Explicando em detalhes

Explicando em detalhes

Modelo de negócios
Diferente de plano de negócios, que foca em estratégias detalhadas para atingir metas, no modelo de negócios, o foco não é necessariamente o produto, mas o valor e rentabilidade, ou seja, como solucionar a “dor” do cliente de forma lucrativa. 
Nas Startups o desafio é criar algo totalmente novo ou até adaptar/transformar o modelo de negócios de forma inovadora.

Repetível e escalável
Quem empreende com uma startup nunca sabe o dia de amanhã: afinal, a empresa terá capital para se manter? Essa é uma pergunta vital para esse negócio. 
Um produto repetível e escalável traz inúmeras vantagens, uma vez que ele promete atingir um grande número de clientes e gerar lucro de forma rápida!
Para um negócio ser repetível significa que ele é capaz de entregar o mesmo produto em escala potencialmente ilimitada. Dessa forma, não é viável muitas customizações ou adaptações, pois a meta é multiplicar (guarde isso para clientes específicos onde há remuneração pelo custo de implantação).
Já ser escalável significa crescer cada vez mais sem que isso influencie no modelo de negócios.
Como resultado, um modelo de negócio repetível e escalável que tem um fit no mercado tem grandes chances de ser uma startup de sucesso.

Cenário de incertezas
Criar uma startup é fugir do tradicional ? Nem sempre.
É sim ver o negócio com a perspectiva da inovação. Obrigatoriamente tem de ser disruptiva e por isso nunca terá um manual de como ser bem sucedida. Não há como afirmar se a ideia ou projeto de empresa irão realmente deslanchar e por isso, o caminho a ser trilhado e os passos que o empreendedor toma são minimamente incertos.
Um ponto negativo? Não.
É justamente por esse ambiente, recorrente até que o modelo de negócios seja bem definido e aprimorado, que tanto se fala em investimento para startups. Sem capital de risco, é muito difícil persistir na busca por um modelo de negócios que gere grana e se sustente. O ideal é o negócio sobreviver até a comprovação de que o modelo existe e sua receita comece a de fato crescer, caso contrário, provavelmente será necessário uma nova rodada de investimentos para que essa startup se torne uma empresa sustentável.
A forma ideal de lidar com esse cenário é estabelecer o MVP (produto mínimo viável), que tem por objetivo, validar a solução e ajudar a entender o que o cliente realmente quer, gastando o mínimo possível.

Continue conosco. Iremos falar dos tipos de startups e por que são importante.
#transformaçãodigital #inovação #tecnologia #inovadoresdavidareal
#gestão360* #acertaconta #kobranca #ekomerce #tikets #kompliance #ekoenergia #clikaimóveis #taskonline 

#@JCPJ
#direcionandosolucões 
#otimizandoresultados

(continuação do post https://www.instagram.com/p/B7qemrED9Da/?igshid=d4cb57j5k27i)

Deixe uma resposta